Equipamento de Segurança Individual nas Oficinas

Muitas vezes já presenciei proprietários de oficinas “chateados”, “irritados” e com muita “dor de cabeça” por problemas de funcionários que entraram na justiça do trabalho e pediram insalubridade. A atenção que devemos ter e muitas vezes não temos é que tudo isso acontece por falta de gestão da nossa parte, proprietários das oficinas, em não acompanhar tudo o que envolve o EPI.

No dia a dia, fazemos “vista grossa” para os nossos funcionários que não usam corretamente o equipamento de segurança individual (EPI) e quase nunca mantemos a ficha de cada funcionário atualizada.

É responsabilidade de cada um de nós monitorar, acompanhar e cobrar o uso correto do EPI, como também é nossa responsabilidade orientar o uso correto dos EPI´s. Infelizmente é isso que fala a legislação e por isso somos obrigados a cumprir se não quisermos ter problemas futuros na justiça do trabalho.

Pensando nisso, acredito que as orientações abaixo vão ajudar sua oficina a seguir um caminho mais seguro em relação ao uso e às responsabilidades do empregador (proprietário da oficina) e do empregado (seu funcionário).

Equipamento de Segurança Individual Nas Oficinas

Os EPI´s são regulados pela Norma Reguladora número 06 (NR-06) do Ministério do Trabalho e Emprego. Significa todo dispositivo ou produto de uso individual utilizado pelo trabalhador com o intuito de protege-lo de riscos capazes de ameaçar a sua segurança e a sua saúde, além disso são responsáveis pela proteção e integridade do indivíduo com o intuito de minimizar os riscos ambientais do ambiente de trabalho e promover a saúde, bem-estar e evitar os acidentes e doenças ocupacionais.

 

Exemplo de EPI

– Protetor auricular

– Óculos

– Máscara (muito usada em oficinas de funilaria e pintura

– Luvas

– Calçados (botas)

– Creme para as mãos

– Entre outros

É importante reforçar que o Equipamento de Proteção Individual deve ser entregue para o empregado sem nenhum ônus conforme sua atividade, devendo ser o correto, em perfeitas condições de uso e principalmente com a Certificação de Aprovação (CA) que no Brasil é de obrigatório por parte de todos os EPI´s.

Segundo a Norma NR-06, item 6.6.1, cabe ao empregador:

 

01 –  Adquirir o adequado ao risco de cada atividade

02 – Exigir seu uso

03 – Fornecer ao trabalhador somente o aprovado pelo órgão nacional competente em matéria de segurança do trabalho

04 – Orientar e treinar o trabalhador sobre o uso adequado, guarda e conservação

05 – Substituir imediatamente, quando danificado ou extraviado

06 –  Responsabilizar-se pela higienização e manutenção periódica

07 – Comunicar ao Ministério do Trabalho qualquer irregularidade observada

08 – Registrar seu fornecimento ao trabalhador, podendo ser livros, fichas ou sistema eletrônico

 

Ainda segundo a Norma é obrigação do trabalhador:

01 – Usar apenas para a finalidade a que se destina

02 – Responsabilizar-se pela guarda e conservação

03 – Comunicar o empregador qualquer alteração que o torne impróprio para uso

04 – Cumprir as determinações do empregador sobre o suo adequado

 

A dica é estarmos atentos ao uso correto dos EPI´s e principalmente advertir o empregado (verbalmente e, se necessário, por escrito), sempre que identificar algum problema relacionado ao descuido ou desleixo do funcionário. Registrar tudo é fundamental em uma eventual ação trabalhista é uma segurança muito grande para a oficina. Conseguir provar a entrega dos EPI´s, através da assinatura do recebimento em documento formal e advertências traz uma tranquilidade muito grande.

Para fazermos isso acontecer precisamos trabalhar a nossa mudança cultural e não nos acomodarmos, por isso “arregace” as mangas e vamos trabalhar mais esta importante gestão em nossas oficinas!

 

Fonte: site do INBEP

 

 

 

 

 

Fábio Moraes

CEO da empresa Ultracar, com 25 anos de experiência em gestão e administração de oficinas. Matemático, Analista de sistema e Administrador de empresas. Auditor do IQA, (Instituto de Qualidade Automotiva), consultor do IAA e consultor de várias oficinas do Brasil. Está viajando o Brasil inteiro neste ano de 2017 ministrando palestra com o tema “Oficina de sucesso é oficina rentável: transformando reparadores em empresários”.


Tags: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *