Iniciando os cuidados com o pátio da oficina

Vamos dividir o assunto sobre os cuidados com o pátio em 3 partes e, quando falarmos sobre produtividade, daqui a algumas semanas, voltaremos novamente a falar do pátio e sobre como aumentar a produtividade dos funcionários e diminuir ainda mais o tempo de permanência dos carros dentro da oficina.

Nesta primeira parte faremos uma ligação muito forte do último texto “Quando conseguimos enxergar” para os primeiros passos de cuidar bem do pátio da oficina. Lembrem-se sempre que não importa o tamanho da oficina e nem a quantidade de funcionários que ela tem. Com alguns ajustes os procedimentos que funcionam em uma oficina pequena serão os mesmos que funcionarão em uma oficina média ou grande.

Cuidados com o pátio: qual a importância? 

 

Comentei no texto anterior que em um processo inicial de gestão (Centro Automotivo, Mecânicas ou Lanternagem), uma oficina começa a ser bem administrada com um conceito forte de gestão, quando o proprietário da oficina tem atitude e decide criar pequenos procedimentos como o de “decidir” enxergar a sua empresa (com os acertos e com os erros).

Transformando este conceito em procedimento, eu pediria a todos que, a partir deste momento, não deixem que o pátio da oficina fique bagunçado, sujo e com ferramentas fora do lugar apropriado de um dia para outro ou que, no máximo, seja  arrumado antes dos funcionários começarem a trabalhar no dia seguinte.

Você pode achar que não faz diferença, mas tem tudo a ver com fazer a oficina dar lucro. Nunca esqueçam a proposta inicial do blog, que é mostrar como uma oficina pode dar lucro e que para isso precisamos trabalhar todos os conceitos de gestão e da mudança na forma como cada um tem administrado a oficina nos últimos anos.

 

Agora vamos começar a aplicar este procedimento (não no mês que vem), amanhã, em nossas oficinas. Não podemos perder nem mais um dia, por isso siga os passos abaixo.

Passo a passo

 

  1. Deixe duas ou três vassouras espalhadas na oficina (defina pontos estratégicos)
  2.  Verifique como estão as caixas de ferramentas dos produtivos e como está a mesa da pessoa que trabalha com o administrativo
  3.  Faça uma reunião de 4 minutos com todos os seus funcionários (produtivos e administrativos) e diga que a partir de amanhã você quer a oficina mais limpa e organizada. Diga que cada um tem de cuidar do espaço onde trabalha. Mostre como a oficina está hoje e explique, com detalhes como você quer a oficina a partir de amanhã (isso serve também para o administrativo). É muito importante você explicar para todos que isto passa a ser um procedimento e por isso precisa ser feito todos os dias, com regularidade.
  4. Na reunião oriente qual o horário do dia que vão fazer isso e mostre que se tiverem atenção durante o dia, quando forem organizar, limpar e guardar não gastarão mais do que 10 minutos.
  5.  Finalize a reunião mostrando que se todos começarem a trabalhar num espaço mais organizado e  limpo a produtividade vai aumentar e todos ganham mais. Mais importante ainda do que isso é o cliente, dono do carro, chegar na oficina e ver que “alguma coisa” está diferente. Que o local de trabalho está limpo e que tudo está no lugar certo.

Observações

 

  • A reunião é informativa (você fala e eles escutam), por isso somente 4 minutos
  • Não é o momento ainda de fazer investimento, isso significa que você deve seguir os passos acima com o que tem, mesmo que estejam mais velhos (caixa de ferramentas, vassouras, etc)
  • Por ser procedimento não abrir exceção para nenhum funcionário. É importante pois quando um estiver trabalhando ou mais sobrecarregado, o outro produtivo deve ajudar na limpeza (mas por iniciativa própria – sem ninguém pedir). É o momento que eles estão deixando de ser funcionários para ser equipe (já falamos sobre isso nos textos anteriores).

 

 

 

 

 

Fábio Moraes

CEO da empresa Ultracar, com 25 anos de experiência em gestão e administração de oficinas. Matemático, Analista de sistema e Administrador de empresas. Auditor do IQA, (Instituto de Qualidade Automotiva), consultor do IAA e consultor de várias oficinas do Brasil. Viajou o Brasil inteiro no ano de 2016 ministrando palestra com o tema “Oficina dá dinheiro, mas tem que administrar”.


Tags: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *